A couve é riquíssima e ácido fólico – importante pra formação de células e essencial pra mulheres tentando engravidar – vitamina A, B6, C e K, além das fibras que ajudam demais o intestino. Trabalhos mostram a ligação dela (e de outras crucíferas) na prevenção e tratamento do câncer, e é ótima pra dar uma força na desintoxicação natural de seu organismo. Refogadinha, no suco verde, como recheio de tortas, a couve é maravilhosa de qualquer jeito. Sua família vai adorar essa panqueca verde cheia de nutrientes, além da biomassa de banana verde, um alimento funcional barato e super eficiente na melhora da absorção de nutrientes, controle de colesterol, glicemia e por aí vai. Confia em mim!
Uma boa opção para após treinos para quem gosta de mastigar, e também como opções de lanches intermediários. Parece complicado, mas não é. E não deixe de preparar antes do caldo de legumes caseiro, e congele já em pequenas porções. Nos EUA é mais fácil adquirir whey sem sabor, por aqui, você pode adquiri-lo em farmácias magistrais. Mas na receita pode ser usado o whey sabor baunilha, que ao final, o sabor salgado prevalecerá, ok? E não contém glúten e nem lactose (geralmente o whey isolado não contém lactose).
Receita fácil, maravilhosamente funcional, e sem ingredientes de origem animal. Se você não é vegano, e quer comer também o hambúrguer, fique a vontade e equilibre as proteínas animais em sua dieta (e nesse caso, use ghee no lugar do azeite pra refogar os cogumelos, fica bem saboroso).
Muito fácil e boa fonte carboidratos e fibras. Tudo na medida certa! Fiz uma caldinha com leite de coco (melhor se for caseiro, mas OK se usar o de garrafinha também) que ainda fornece TCM (sigla de triglicerídeos de cadeia média), uma gordura que dará pique e disposição ao seu treino!
Delicioso e ótima opção de snack pra se comer no lanche, e até pra levar na praia em época de festas. Claro, mantenha na geladeira antes de carregar com você, o máximo que puder.
Preparado pela nutricionista Ana Paula Martins, essa cheesecake vai arrasar em festas de final de ano!
Com whey protein e clara de ovo, esse pão é maravilhoso e ótima alternativa ao pão tradicional. Pratique a cozinhaterapia, congele o pão se for preciso, mas não deixe de preparar e provar essa receita!
Em minha viagem ao Japão tive a oportunidade de comer bardana todos os dias! Essa raíz, muito comum por lá você, encontra aqui também, e na Liberdade (bairro em SP) tem de monte! Você pode fazer em casa refogadinho com shoyo (uso o macrobiótico) e gergelim, e até em forma de chá. É super leve, pobre em calorias, rica em fibras, ajuda a prevenir cálculos renais, ajuda no balanço hormonal, e possui propriedades antiinflamatórias e fungicidas.
Vocês são se surpreender com essa receita, e que dispensa o uso de batedeira. É levemente adocicada,e vai bem com geléia, queijo, patês diversos, etc.
Receitnha deliciosa preparada pela nutricionista da equipe Ana Paula Martins!