Nutrição infantil

A segurança no uso de corantes alimentares é testada em diversos órgãos ao redor do mundo e às vezes diferentes órgãos possuem diferentes pontos de vista sobre a segurança destes produtos. Nos Estados Unidos, são emitidos pela FFDCA (Federal Food, Drug, and Cosmetic Act) números aos corantes alimentares sintéticos aprovados e que não existem naturalmente. Já na União Européia, a letra E (seguida de um número), é utilizado para todos os aditivos aprovados para aplicação em alimentos. Nesse sistema de classificação, os corantes compreendem a faixa E100 até E199. E a Agência de Alimentos do Reino Unido (FSA) proibiu o uso de 6 corantes artificiais em alimentos, devido as evidências que apontam sua associação com Transtorno do Déficit de Atenção com Hiperatividade (TDAH).
Mas, e que mal há nos iogurtes industrializados? Além da maioria esmagadora ser feira com leite não orgânico (preciso comentar os malefícios?), eles possivelmente carregam espessante, aromatizante, acidulante, conservante e sem dúvida, corante! Todos esses “antes” indecifráveis na embalagem trazem maior risco ás crianças em desenvolverem alergias e disfunções metabólicas e digestivas.
O atraso no crescimento e desenvolvimento na infância pode ser decorrente de fatores ambientais, como a má qualidade de dieta.
Boa sugestão para servir às crianças, em lanches de escola ou receber visitas em casa.
Um estudo publicado na edição de abril/2008 do Journal of School Health revelou que as crianças com dietas mais saudáveis têm um desempenho melhor na escola.

05 Out 2009
O termo orgânico se refere à maneira como produtores cultivam e processam produtos agrícolas, tais como frutas, verduras, cereais, laticínios e carnes.