Já ouviu falar em Glutamina?

11 Jul 2010

A L-glutamina é um aminoácido, derivados de proteínas que é formado em nosso corpo através de outros 3 aminoácidos, leucina, isoleucina e valina – os BCAA, e é conhecido como principal fonte de nutriente do enterócito, as células do intestino, além de ser essencial para a imunidade.

Em qualquer processo de estresse (traumas, queimaduras, por exemplo), overtraining e de baixa imunidade; portanto, a suplementação com glutamina pode ser interessante já que sua necessidade está aumentada pelo organismo.

Em casos de disbiose, por exemplo, muitas vezes a glutamina pode ser associada ao tratamento com lactobacilos, prescrito pelo nutricionista, para ajudar na reparação e recuperação da parede intestinal lesionada.

O uso da glutamina também pode auxiliar a evitar a perda de tecido intestinal após cirurgia. Esse aminoácido também está envolvido com a síntese de glutationa, um poderoso antioxidante humano.

Na prática esportiva, esse aminoácido tem papel da síntese protéica, no volume celular (efeito semelhante ao da creatina, o que teoricamente ajudaria no ganho de massa muscular) e síntese de glicogênio, principalmente no fígado, o que vai aumentar a energia para as atividades.

Atualmente pesquisas são feitas com algumas alternativas de suplementação antes, durante e após o exercício, a fim de reverter a diminuição da concentração de glutamina que ocorre após o esforço físico. Pacientes com problemas renais e/ou hepáticos devem ficar atentos com a suplementação, pois pode ocasionar excessiva produção de amônia. O causa diversos efeitos na função e atividade das células do sistema nervoso central (quanto maior a concentração de amônia nos neurônios, menor é a capacidade dos mesmos em gerar energia).

A dosagem de suplementação é muito variada, e seu Nutricionista saberá o quanto e qual melhor horário para incluir.

Converse com seu Nutricionista sempre!

Comentários

Ainda não há comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.





Memorizar dados