Ative seu sistema imunológico através da Nutrição

16 Jul 2010

A Nutrição Funcional pode ajudar bastante a deixar esse sistema preparado para as mudanças climáticas e suportar melhor estresse do ambiente, uma das queixas da queda de imunidade.

Cenoura e outros alimentos fontes de betacaroteno, como abóbora e mamão, são interessantes, já que essa vitamina é convertida no corpo em vitamina A, cuja deficiência diminui o número e eficiência dos linfócitos (células brancas que combatem infecções em nosso corpo).

Os cogumelos, como shiitake, além de fibras e nutrientes, contém a lentinana, uma substância que estimula as células do sistema imune que mantém organismo preparado pro que vier! De acordo com estudos recentes, os cogumelos aumentam o poder dos glóbulos brancos, protegendo assim, o organismo.

Chás para o inverno devem conter gengibre: raiz que combate as inflamações da garganta e das vias aéreas ,é rica em vitamina C e B6 que ajudam nas defesas do organismo.

O alho estimula a resposta imunológica, estimulando os macrófagos que ajudam a eliminar agentes estranhos que chegam ao corpo. Melhor cru do que cozido. O óleo de alho encapsulado pode ser uma alternativa, mas deve ser prescrito pelo Nutricionista.

A cebola, além de ser rica em vitamina C (famoso por seu poder antiviral), contém quercetina – que é excelente antialérgico!

O mineral zinco – que está presente numa grande variedade de alimentos, especialmente nos que contêm proteína, como as carnes - é de extrema importância para se manter saúde em dia. Sabe-se que a função imunológica é seriamente reduzida quando os níveis plasmáticos desse mineral no sangue são baixos. Boas fontes de zinco para vegetarianos são os feijões e lentilhas, nozes, sementes e cereais integrais. As sementes de abóbora estão entre as fontes alimentares vegetais de zinco mais concentradas. 

Hidratação adequada, consumir menos açúcar (deixa as células do sistema imune mais lentas), atividade física moderada, e consumir com moderação leite de vaca e seus derivados (eles aumentam a produção de muco) são dicas importantes que fazem parte do tratamento dietético! Em casos mais extremos, esse consumo pode até ser suspenso até melhora do quadro.

Lembre-se que um intestino saudável é fundamental para tudo isso também!

Consulte sempre seu Nutricionista.

Comentários

Ainda não há comentários.

O envio de comentários está fechado.